Mamografia digital

A mamografia digital é um exame de diagnóstico por imagem das mamas, feito por um aparelho de raio x chamado mamógrafo. A sua execução é capaz de demonstrar a presença de sinais precoces do câncer de mama, antes mesmo que as lesões sejam palpáveis, tornando o exame fundamental para o início do tratamento preventivo e por isso é tão importante nos procedimentos rotineiros femininos.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum que afeta as mulheres e a identificação prematura através do exame é primordial para um tratamento bem sucedido, uma vez que o autoexame só identifica a presença de tumores que já não estão mais em estágio inicial. Além disso, a mudança perceptível nos seios pode ser consequência de outras razões, como a menopausa, consumo de pílulas anticoncepcionais ou o próprio envelhecimento, podendo confundir a paciente em relação ao diagnóstico correto.

O exame permite identificar a natureza do nódulo e dizer se é benigno ou maligno (câncer) e apesar de sua alta taxa de mortalidade, o câncer de mama quando identificado em seu estágio inicial, possui mais de 90% de chance de cura.

A primeira mamografia é recomendada entre 35 e 40 anos e servirá de base para os exames futuros. Dos 40 aos 50 anos, a frequência da realização do exame deve ser recomendada pelo médico e a partir dos 50 anos, recomenda-se que seja feita anualmente.

A mamografia não é recomendada para pacientes grávidas ou que estejam amamentando, para mulheres que tenham menos de 35 anos e para pacientes que tenham realizado o exame com menos de 12 meses, com resultado sem anormalidades.

PREPARO PARA MAMOGRAFIA:

Não passar nenhum tipo de produto na região dos seios e axilas.